Segurança Aérea

Pré-Requisito: Possuir o nível 1 da especialidade de Sobrevivência

1. Acender uma fogueira sem o uso de fósforos, isqueiros ou utensílios que gerem fogo.
2. Construir e pernoitar em um abrigo natural ou de outro material.
3. Explicar pelo menos um meio de obter água potável e construir um meio de purificação da água em situações de sobrevivência.
4. Conceituar o acidente aéreo e explicar os motivos que provocam a queda de um avião, traçando um comparativo com outros meios de transporte.
5. Explicar as atribuições dos comissários de voo em caso de resgates, e o treinamento que recebem para estas tarefas.
6. Simulando ser um comissário de bordo em um voo comercial, dê as instruções de segurança aos passageiros (speech), explicando ao examinador o motivo de tais orientações.
7. Apresentar o esquadrão PARA SAR e a função SAR em geral, o Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) e Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA).
8. Realizar os cinco sinais terra-ar padronizados para sobreviventes de acidentes aéreos.
9. Usar um espelho sinalizador, com o cuidado de não direcionar o sinal para nenhuma aeronave durante a sinalização.

Observação Aérea

  1. Explicar como é feita a classificação das aeronaves civis e militares, citando 1 (um) mínimo de 5 (cinco) exemplos de cata categoria.
  2. Reconhecer pelo menos 7 (sete) entre 10 (dez) símbolos de companhias aéreas da aviação comercial mundial.
  3. Reconhecer pelo menos 7 (sete) entre 10 (dez) símbolos de esquadrões da aviação militar brasileira.
  4. Reconhecer pelo menos 70% por cento das aeronaves em 1 (um) conjunto de, no mínimo, 10 (dez) silhuetas ou imagens apresentadas pelo examinador.
  5. Organizar 1 (um) registro de pelo menos 5 (cinco) aeronaves diferentes observadas em voo, em 1 (um) período mínimo de quinze dias, contendo o dia e a hora da observação, localidade sobrevoada e o rumo aproximado. Sendo possível, procure identificar também o modelo, empresa aérea e o prefixo ou designação militar correspondente a cada aeronave observada.
  6. Conhecer o significado da sigla AMFCO e classificar, por esse método 1 (um) mínimo de 5 (cinco) aeronaves apresentadas pelo examinador.
  7. Apresentar 1 (um) resumo de 3 (três) aeronaves fabricadas no Brasil, destinada ao uso comercial privado ou militar.
  8. Apresentar, de maneira ilustrada, a história e as características de uma aeronave, ainda em operação, fabricada a partir de 1970, de sua livre escolha.
  9. Visitar 1 (um) aeroporto, ou 1 (um) aeroclube ou uma unidade aérea das Forças Armadas, polícia civil ou militar, corpo de bombeiros, registrando as principais aeronaves que operam regularmente naquele local.
  10. Apresentar 1 (um) levantamento dos principais modelos de aviões utilizados para voos comerciais domésticos no Brasil, apontando pelo menos 3 (três) diferenças observáveis em pelo menos 5 (cinco) deles.
  11. Catalogar pelo menos 5 (cinco) dentre os principais modelos de helicópteros em uso pelas Forças Armadas; Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária; Corpo de Bombeiros no Brasil, destacando os modelos que são operados por mais de 1 (um) deles.
  12. Identificar pelo nome e demonstrar pelo menos 3 (três) manobras acrobáticas realizadas por aviões isolados ou em voo de formação.

Navegação Aérea

  1. Explicar por que os aviões decolam e pousam sempre contra o vento.
  2. Explicar o significado dos números nas pistas de pouso e decolagem.
  3. Diferencie as seguintes navegações: Navegação visual ou de contato; Navegação estimada; Navegação radiogoniométrica; Navegação eletrônica; Navegação astronômica ou celestial; Navegação por satélite.
  4. Saber desenhar a rosa dos ventos completa e montar uma bússola com materiais básicos.
  5. Explicar o significado de latitude e longitude.
  6. Explicar o significado do horário ZULU e o ajuste que deve ser feito no relógio para sua localidade.
  7. Apresentar, de forma ilustrada, as diferentes luzes utilizadas na pista de pouso/decolagem.
  8. Conhecer as diferenças entre VFR e IFR.
  9. Explicar o que é e como é calculada a autonomia de uma aeronave.
  10. Explicar o significado da sigla CINDACTA, explicando sua relação com a navegação aérea.
  11. Explicar como é organizado o espaço aéreo brasileiro.
  12. Explicar como preencher 1 (um) plano de voo.

Mecânica Aérea

  1. Explicar o princípio de sustentação da asa, segundo o princípio de Bernoulli.
  2. Explicar o funcionamento dos 2 (dois) principais tipos de motores aeronáuticos (pistão e reação).
  3. Conhecer a nomenclatura das partes principais de uma aeronave de pequeno porte.
  4. Localizar as luzes de uma aeronave e suas aplicações.
  5. Citar as classificações dos trens de pouso, explicar as vantagens e desvantagens, além de descrever os 3 (três) tipos de trem de pouso existentes.
  6. Citar pelo menos 5 (cinco) instrumentos de voo e explicar detalhadamente suas funções.
  7. Descrever os 2 (dois) tipos básicos de fuselagem (treliça e monocoque).
  8. Explicar o princípio de funcionamento de 1 (um) helicóptero.
  9. Associar os 3 (três) eixos do avião com os comandos dentro da cabina.

Fiscalização de Pátio de Aeródromo

  1. Demonstrar 5 (cinco) sinais de balizamento de pátio.
  2. Apresentar as atribuições do Fiscal de Pátio.
  3. Resumir as principais atividades realizadas em 1 (um) pátio de aeródromo.
  4. Citar pelo menos 5 (cinco) equipamentos utilizados na área de estacionamento de aeronaves.
  5. Apresentar as principais partes de uma aeronave.
  6. Explicar o que é atividade ilícita em aeródromo.
  7. Mostrar a área de sucção dos motores em uma aeronave ou em 1 (um) modelo.
  8. Demonstrar que sabe utilizar o alfabeto fonético internacional.
  9. Fazer 1 (um) desenho ou uma maquete apresentando as principais partes de 1 (um) aeroporto.

Paraquedismo

  1. Elaborar e apresentar 1 (um) trabalho escrito sobre paraquedismo, citando sua origem e evolução histórica e descrevendo suas modalidades.
  2. Identificar, na sua região, o Clube de Paraquedismo mais próximo e descrever como proceder para a realização do salto de paraquedas.
  3. Demonstrar conhecimento sobre equipamentos e acessórios utilizados na prática do paraquedismo.
  4. Descrever e demonstrar as partes que compõem 1 (um) velame, container e suas funções.
  5. Explicar o procedimento de embarque e desembarque em 1 (um) avião e helicóptero.
  6. Conhecer o código esportivo da CBPq, enfatizando as normas de segurança e as categorias praticadas no paraquedismo.
  7. Assistir uma palestra sobre os procedimentos de emergências, anormalidades, panes de alta e baixa velocidade com o velame.
  8. Ser habilitado em curso e/ou instrução de paraquedismo, ministrado por entidade (escola/clube) afiliada à Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq), para realização de saltos de paraquedas.
  9. Realizar salto de paraquedas, levando em conta as normas da Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq). Para realizar este item a idade mínima necessária é de 16 anos.

Plastimodelismo

Pré-requisitos: Montar 1 (um) plastimodelo de sua escolha (avião, barco, carro, motocicleta, veículo militar, figura ou ficção).

 

  1. Montar 1 (um) outro plastimodelo de sua escolha. (avião, barco, carro, motocicleta, veículo militar, figura ou ficção).
  2. Fazer uma exposição de modelos que tenha construído ou montado.
  3. Identificar fornecedores de modelos para montar, apontando os custos e dificuldades de montagem de 5 (cinco) diferentes modelos de sua livre escolha.
  4. Instruir outros jovens sobre as regras e técnicas a observar na montagem de modelos.
  5. Explicar técnicas de manutenção e conservação dos modelos montados.
  6. Explicar quando devem ser utilizadas 3 (três) tipos de colas usadas no plastimodelismo.

História Aeroespacial

  1. Apresentar a história do desenvolvimento do avião, desde a antiguidade até o desenvolvimento do Demoiselle por Alberto Santos Dumont, destacando os protagonistas de cada inovação.
  2. Apresentar as contribuições de Alberto Santos Dumont na aeronáutica, destacando os estudos com balões, a conquista da dirigibilidade, o desenvolvimento do 14 Bis, o uso do balão número 14 para testes do avião 14 Bis e seu esforço para a popularização das máquinas voadoras.
  3. Visitar 1 (um) aeródromo e buscar informações sobre sua criação e sua história. Fazer a pesquisa através de placas no local, fotografias antigas e entrevistando pessoas envolvidas com o aeródromo.
  4. Contar a história de uma das mulheres pioneiras da aviação no Brasil.
  5. Construir 1 (um) modelo de plástico ou papel (plastimodelismo ou papelmodelismo) ou fazer uma figura razoavelmente precisa de uma aeronave construída no Brasil, e apresentar junto com 1 (um) resumo que destaque as principais informações desta aeronave.
  6. Assistir a 1 (um) filme que apresente parte da história aeroespacial, e conversar sobre os aspectos históricos envolvidos.
  7. Realização uma exposição da sua coleção de objetos aeronáuticos (podem ser modelos, propagandas de aeronaves ou de companhias aéreas, revistas, objetos diversos).
  8. Representar em forma de esquete, teatro de sombras, de fantoches ou assemelhado, 1 (um) episódio pitoresco de história aeroespacial.
  9. Entrevistar ao menos 4 (quatro) pessoas envolvidas com atividades aeronáuticas ou espaciais, e montar 1 (um) pequeno documentário (escrito, falado ou em vídeo) destacando a trajetória pessoal, casos pitorescos e a motivação destas pessoas em suas atividades.

Técnica Aeronáutica

  1. Visitar uma Sala AIS e enunciar duas atividades desenvolvidas por ela.
  2. Enumerar duas das principais diferenças de infraestrutura entre aeródromo, aeroporto e heliporto.
  3. Demonstrar como se verifica o Nível de óleo do motor e como se drena o combustível das asas e da linha de alimentação de uma aeronave de pequeno porte.
  4. Identificar as principais áreas de risco para a circulação de pessoas próximo a aeronaves à reação com hélice e em helicópteros, bem como os cuidados necessários para prevenir acidentes no solo.
  5. Saber como se efetua uma inspeção pré-voo, a partir da Lista de Verificação (checklist) da aeronave.
  6. Demonstrar como acionar e cortar o motor de uma aeronave de pequeno porte.
  7. Saber demonstrar a conduta a ser adotada e as regras de segurança a serem observadas durante uma atividade desenvolvida no pátio de 1 (um) aeroporto.
  8. Conhecer e demonstrar as regras de segurança a serem adotadas quando em uma aeronave.
  9. Saber e demonstrar como auxiliar 1 (um) piloto nas tarefas de amarrar uma aeronave ao solo, calçar suas rodas, verificar se a parte elétrica está desligada e se as superfícies móveis foram travadas.
  10. Descrever e demonstrar os procedimentos adequados para rebocar ou empurrar uma aeronave no pátio ou hangar.
  11. Construir uma maquete e utilizá-la para explicar as diferenças entre pátio de estacionamento, pista de taxo, interseção e pista de pouso e decolagem, associando-as às diferentes situações de uma aeronave.
  12. Apresentar em desenhos ou figuras as diferentes formas de identificação de 1 (um) heliporto, explicando seu significado.

 

Skip to content