Método Escoteiro

A abordagem educacional do Escotismo é implementada através do Método Escoteiro, um sistema educacional original que promove a autoeducação, o empoderamento e o aprendizado cooperativo. Tal como em qualquer método educacional, o Método Escoteiro é o instrumento que aproxima os jovens dos aprendizados que se esperam que eles adquiram.

A aplicação do Método Escoteiro resulta em uma experiência educacional, divertida e agradável para os jovens, onde eles estão seguros – física e emocionalmente. Seu objetivo é ser flexível e relevante para as dinâmicas necessidades dos jovens e da sociedade.

O Método Escoteiro compreende alguns elementos interdependentes que formam um conjunto unificado e integrado. Tais elementos, igualmente importantes, trabalhando juntos como um sistema coeso, e sua implementação, de maneira combinada e equilibrada, adaptada a cada faixa etária, são o que torna o Escotismo único.

Os elementos do Método Escoteiro:

Adesão a Promessa e a Lei Escoteira

A Promessa Escoteira é um compromisso voluntário e pessoal com a Lei Escoteira, ou seja, com um conjunto de valores inclusivos e compartilhados que são a base de tudo o que o Escoteiro faz e de como ele quer ser. Através da Promessa, cada Escoteiro toma uma decisão consciente e voluntária de adotar a Lei Escoteira, comprometendo-se a “fazer o melhor possível”; de usá-la como código de comportamento individual e social; e de assim assumir a responsabilidade por seu desenvolvimento pessoal. Realizar a Promessa Escoteira é o primeiro passo simbólico no processo de autoeducação.

A Lei Escoteira é um código de vida positivo através do qual o Escotismo propõe seus valores universais aos jovens, de maneira concreta e prática. Os valores contidos na Lei Escoteira e adotados através da Promessa Escoteira moldam os jovens em seu comportamento e em sua vida de grupo. Ao longo de sua jornada no Escotismo, o entendimento dos jovens sobre a Promessa e a Lei Escoteira irá evoluir e significar cada vez mais para eles. Essa jornada de aprendizado é uma parte determinante do desenvolvimento intelectual, emocional, social e espiritual vivenciado através do Escotismo e evidencia seus princípios fundamentais.

Aprendizagem pela prática

O Escotismo utiliza ações práticas (experiências da vida real) e reflexões para facilitar o aprendizado e o desenvolvimento contínuos. O aprender fazendo mostra a abordagem prática do Escotismo sobre a educação, como resultado da experiência direta em vez de apenas uma instrução teórica. Baseia-se no aprendizado através das oportunidades de experiências que surgem da busca por interesses e do lidar com a vida cotidiana. No Escotismo, a aquisição de novas competências – conhecimentos, habilidades, atitudes e valores – é alcançada através da prática de atividades variadas, divertidas e relevantes, que levam os jovens a agir, cometer erros, refletir e descobrir, permitindo-lhes o desenvolvimento em todas as dimensões de sua personalidade ao extrair o que é pessoalmente significativo de tudo aquilo que experimentam.

metodos2

Vida em equipe

O Escotismo utiliza pequenas equipes, como patrulhas, para que os indivíduos participem do aprendizado colaborativo e das tomadas de decisão, com o objetivo de desenvolver o trabalho em equipe eficaz, as habilidades interpessoais, a liderança, e criar um senso de responsabilidade e pertencimento. Essa abordagem facilita e enriquece a vida de grupo. Além disso, pode ser uma ferramenta eficaz para o empoderamento dos jovens, capacitando-os a trabalhar suas competências pessoais e coletivas através da formação de equipes e do desenvolvimento das habilidades, talentos e experiências individuais. Também ajuda a construir um espírito de equipe em que o apoio é mútuo e os problemas são resolvidos coletivamente.

A estrutura organizacional básica frequentemente usada nas unidades locais compreende equipes de seis a oito jovens, com base em sua tendência natural de formar pequenos grupos. Esse sistema também é aplicável a todos os tipos de pequenos agrupamentos para tomada de decisão cooperativa (por exemplo, conselhos locais, comitês distritais, equipes de organização de eventos, equipes executivas de projetos etc.). Além disso, oferece oportunidades de liderança e valorização da diversidade, ajudando os Escoteiros a desenvolver em relacionamentos construtivos com outros jovens e parcerias com adultos, além de aprender a viver segundo uma forma democrática de autogoverno.

Atividades progressivas, atraentes e variadas

A expressão mais visível e atraente do Método Escoteiro, onde se integram em absoluta harmonia todos os seus outros componentes, é seu variado programa de atividades, que representa para o jovem uma oferta coincidente com seus interesses e dentro da qual eles escolhem o que desejam fazer. Estas atividades permitem aos jovens extrair experiências pessoais que levam à conquista dos objetivos que o Movimento lhes propõe para as diferentes etapas do seu desenvolvimento.

Os objetivos se encaminham progressivamente para o cumprimento do projeto educativo do Movimento, se baseiam nas necessidades do desenvolvimento harmônico dos jovens e se ajustam a suas possibilidades nas diferentes idades. As atividades propostas significam desafios que estimulam o jovem a se superar, permitem experiências que dão lugar a uma aprendizagem efetiva, produzem a sensação de haver tirado algum proveito e despertam o interesse por desenvolvê-las. Por isso dizemos que são desafiantes, úteis, recompensantes e atraentes.

A vida ao ar livre é um meio privilegiado para as atividades escoteiras. Os desafios que a natureza apresenta permitem aos jovens equilibrar seu corpo, desenvolver suas capacidades físicas, manter e fortalecer a saúde, ampliar a criatividade, exercitar espontaneamente sua liberdade, estabelecer vínculos profundos com outros jovens, compreender as exigências básicas da vida em sociedade, valorizar o mundo, formar seus conceitos estéticos, descobrir e se encantar com a ordem da criação.

metodos3

Desenvolvimento pessoal com orientação individual

 O Escotismo é uma jornada de aprendizagem progressiva, focada em motivar e desafiar o indivíduo a se desenvolver continuamente, por meio de uma ampla variedade de oportunidades. Essa abordagem permite que os jovens progridam em seu próprio desenvolvimento, à sua maneira e em seu próprio ritmo, rumo aos objetivos educacionais apropriados à sua faixa etária, usando um sistema de reconhecimento progressivo que os ajuda a ganhar confiança e crescer. A progressão pessoal é autônoma, facilitada por adultos que empoderam, incentivam e apoiam os jovens de maneira adequada para que estabeleçam seus próprios desafios, exerçam sua liberdade de escolha e se envolvam na autorreflexão. Esse elemento também é relevante fora do Escotismo, pois ajuda o jovem a estabelecer objetivos de vida e a tornar-se um cidadão ativo. Oferece a cada um a oportunidade de identificar suas necessidades pessoais e os recursos necessários para aprimorar suas competências individuais, de acordo com suas próprias circunstâncias e habilidades.

O Escotismo conta com adultos que apoiam os jovens e facilitam a criação de oportunidades de aprendizado por meio de uma cultura de parceria, para transformar tais oportunidades em experiências significativas. O Escotismo oferece o potencial para uma parceria de entusiasmo e experiência entre jovens e adultos, com base no respeito mútuo, na confiança e na aceitação do outro como pessoa. O adulto proporciona apoio educacional, emocional, informativo e avaliativo aos jovens em seu próprio desenvolvimento.


Carsten 05

Procure um Grupo Escoteiro

Skip to content