Geologia

  1. Ter conhecimentos básicos sobre a ciência que estuda o planeta Terra – a Geologia; e de 5 (cinco) áreas específicas de estudo dentro da geologia, explicando o objeto de estudo de cada uma delas.
  2. Organizar uma palestra informativa com o auxílio de 1 (um) Geólogo, destacando assuntos como nomenclaturas científicas, classificação de minerais e de rochas, a profissão de Geólogo, a formação necessária, a abrangência de sua atuação profissional, mercado de trabalho, etc.
  3. Descrever as principais características que compõem a estrutura interna da Terra – núcleo, manto e crosta terrestre.
  4. Descrever como ocorreu o surgimento da Teoria da Tectônica de Placas, a importância deste conhecimento à sociedade e as consequências de suas movimentações nos mais diversos ambientes terrestres.
  5. Definir Tempo Geológico e dizer os nomes e momentos em que ocorreram os principais eventos geológicos.
  6. Enunciar a definição de minerais e rochas e as principais características que distinguem os diversos tipos.
  7. Apresentar o ciclo das rochas, incluindo a definição e as principais características de rochas ígneas, sedimentares e metamórficas.
  8. Descrever Intemperismo e o que estes fenômenos (químicos e físicos) podem causar às rochas.
  9. Construir e apresentar uma maquete que demonstre os recursos hídricos superficiais e subterrâneos da Terra.
  10. Explicar o que são minérios e trazer 7 (sete) objetos de seu uso cotidiano, exemplificando a partir de quais minérios eles foram fabricados.
  11. Desenvolver, antes de 1 (um) acampamento, uma pesquisa que permita identificar a que tipo de formação geológica está integrada a área da atividade. Durante o acampamento, fotografar e registrar exemplares que possam identificar o tipo de formação geológica no local. Após o acampamento, montar 1 (um) painel com os registros encontrados.
  12. Visitar 1 (um) geoparque, fotografar os diferentes processos geológicos apresentados pela instituição e montar uma exposição, explicando cada processo. Na ausência de 1 (um) geoparque, utilizar fotos e recortes de jornais, revistas, cartões, etc.

Zoobotânica

  1. Ter conhecimentos básicos sobre a ciência que estudam seres vivos – a Biologia, sobre as áreas que a integram e sobre o objeto de estudos de cada uma delas.
  2. Demonstrar, por meio de 1 (um) exemplo (ciclo vital de 1 (um) animal ou vegetal), a sequência de acontecimentos – nascimento, crescimento, reprodução, degeneração e morte – que ocorrem nos seres vivos.
  3. Organizar uma palestra informativa com o auxílio de 1 (um) Biólogo, discutindo assuntos como nomenclatura científica, classificação animal e vegetal, a profissão de Biólogo, a formação necessária, a abrangência de sua atuação profissional, mercado de trabalho etc.
  4. Desenvolver, antes de 1 (um) acampamento, pesquisa que permita identificar a que tipo de ecossistema está integrada a área da atividade e quais a flora e a fauna características desse ecossistema. Durante o acampamento, fotografar e registrar exemplares que possam ser observados. Após o acampamento, montar 1 (um) painel comparando os resultados da pesquisa com os resultados reais e discutir sobre as prováveis razões das diferenças encontradas.
  5. Visitar 1 (um) Jardim Zoológico e fotografar animais dos diferentes ecossistemas brasileiros; organizar 1 (um) álbum com as fotos, identificando os animais por seus nomes vulgar e científico e indicando a região ou regiões onde podem ser encontrados. Na ausência de 1 (um) Jardim Zoológico, utilizar fotos ou recortes de jornais ou revistas, cartões etc.
  6. Preparar uma coleção com pelo menos 5 (cinco) moldes em gesso de pegadas de animais domésticos e silvestres, estabelecendo as diferenças entre elas.
  7. Preparar uma exposição com partes de animais e vegetais (conchas, exúvias, esqueletos, penas, flores, sementes, raízes, folhas, cascas de árvores etc.), relacionando a que grupo de animais ou vegetais pertencem e pelo menos duas características do grupo.
  8. Apresentar uma coleção de gravuras de pelo menos quinze diferentes tipos de árvores identificadas por seus nomes vulgar e científico e localizando a região ou regiões brasileiras em que podem ser encontradas.
  9. Construir e manter, por 1 (um) período mínimo de 3 (três) meses, com registros semanais, 1 (um) terrário ou aquário, apresentando relatórios periódicos.

Web Design

  1. Pesquisar e apresentar o que faz 1 (um) Web Designer, qual a formação acadêmica necessária e em que tipo de empresas ele trabalha.
  2. Apresentar o significado de design, web design, layout, wireframe, mapa do site, HTML, XHTML, JavaScript, CSS, acessibilidade e outros que o examinador escolher. Além disso, pesquisar e relatar os principais programas utilizados por web designers.
  3. Construir o mapa do site do site nacional ou regional dos Escoteiros do Brasil ou 1 (um) outro escolhido pelo examinador.
  4. Construir os wireframes de 1 (um) site de sua seção, matilha/patrulha ou então de 1 (um) evento organizado pelo seu Grupo Escoteiro.
  5. Criar o layout de site, projetado por você, através dos wireframes, utilizando a ferramenta de edição gráfica de sua escolha.
  6. Montar o html do layout que você criou, tornando-o navegável aplicando ao site toda a interação necessária entre as páginas e se possível adicionar algum tipo de interação.

Técnica Aeronáutica

  1. Visitar uma Sala AIS e enunciar duas atividades desenvolvidas por ela.
  2. Enumerar duas das principais diferenças de infraestrutura entre aeródromo, aeroporto e heliporto.
  3. Demonstrar como se verifica o Nível de óleo do motor e como se drena o combustível das asas e da linha de alimentação de uma aeronave de pequeno porte.
  4. Identificar as principais áreas de risco para a circulação de pessoas próximo a aeronaves à reação com hélice e em helicópteros, bem como os cuidados necessários para prevenir acidentes no solo.
  5. Saber como se efetua uma inspeção pré-voo, a partir da Lista de Verificação (checklist) da aeronave.
  6. Demonstrar como acionar e cortar o motor de uma aeronave de pequeno porte.
  7. Saber demonstrar a conduta a ser adotada e as regras de segurança a serem observadas durante uma atividade desenvolvida no pátio de 1 (um) aeroporto.
  8. Conhecer e demonstrar as regras de segurança a serem adotadas quando em uma aeronave.
  9. Saber e demonstrar como auxiliar 1 (um) piloto nas tarefas de amarrar uma aeronave ao solo, calçar suas rodas, verificar se a parte elétrica está desligada e se as superfícies móveis foram travadas.
  10. Descrever e demonstrar os procedimentos adequados para rebocar ou empurrar uma aeronave no pátio ou hangar.
  11. Construir uma maquete e utilizá-la para explicar as diferenças entre pátio de estacionamento, pista de taxo, interseção e pista de pouso e decolagem, associando-as às diferentes situações de uma aeronave.
  12. Apresentar em desenhos ou figuras as diferentes formas de identificação de 1 (um) heliporto, explicando seu significado.

 

Simulação Aérea

  1. Fazer uma apresentação sobre o funcionamento e o desenvolvimento dos simuladores de voo e seu uso no aprendizado e treinamento para pilotagem.
  2. Executar as manobras de guinada, arfagem e rolagem seguindo ordens do examinador, em 1 (um) simulador de voo.
  3. Ensinar outro jovem a utilizar 1 (um) simulador de voo.
  4. Decolar uma aeronave em 1 (um) simulador de voo.
  5. Pousar uma aeronave em 1 (um) simulador de voo.
  6. Realizar 1 (um) circuito de tráfego padrão para o pouso de uma aeronave em 1 (um) simulador de voo.
  7. Executar as manobras regulamentadas para ultrapassagem de outra aeronave, cruzamento com outra aeronave e evasão de colisão frontal, explicando o procedimento, utilizando 1 (um) simulador de voo.
  8. Seguindo uma carta de aproximação, realizar 1 (um) circuito de espera e 1 (um) procedimento de toque e arremetida utilizando 1 (um) simulador de voo.
  9. Realizar com perfeição ao menos 4 (quatro) acrobacias aéreas dentre as opções: Tonneaux, Tonneaux Barril, Looping, Immelman, Meio 8 (oito) Cubano, 8 (oito) Cubano, utilizando 1 (um) simulador de voo.

Informação Técnica: Os itens 2 a 9 podem ser executados com 1 (um) aeromodelo radio controlado, simulador de avião ou de aeromodelo. Os simuladores podem ser instalados em computadores, celulares, consoles de videogame ou outro equipamento similar, que permita a realização plena dos itens.

Saneamento Ambiental

  1. Explicar a importância de lavar as mãos e beber água limpa, relacionando com a prevenção de doenças transmitidas pela água contaminada.
  2. Explicar os procedimentos simples para desinfecção da água.
  3. Apresentar os conceitos de saneamento básico e ambiental e sua relação com a saúde.
  4. Apresentar 1 (um) estudo sobre condições de vida em populações muito abaixo do Nível de pobreza, onde a carência de água é 1 (um) fator decisivo para a má condição de vida.
  5. Identificar quais os principais contaminantes do meio ambiente e seus efeitos sobre a saúde.
  6. Colaborar em uma campanha de saúde pública na sua cidade.
  7. Possuir noções gerais sobre os problemas causados pelo lixo, e formas de separação, reciclagem e coleta seletiva, bem como a destinação adequada do lixo, de acordo com seu tipo e sua procedência.
  8. Visitar uma estação de tratamento de água ou esgotos, centrais de triagem de resíduos ou aterros sanitários de sua localidade, elaborando relatório sobre as funções, tarefas e funcionamento.
  9. Elaborar painel que demonstre como se dá a captação, o tratamento e a distribuição da água em sua localidade, bem como sua destinação após o uso.

Robótica

  1. Saber distinguir o que pode ou não ser considerado 1 (um) robô.
  2. Conhecer os principais tipos de robô, suas características, propriedades e principais diferenças.
  3. Apresentar 10 (dez) robôs utilizados na atualidade.
  4. Montar e programar 1 (um) modelo com peças móveis e que tenha pelo menos 1 (um) componente eletroeletrônico para controlar os movimentos dos componentes móveis.
  5. Montar 1 (um) modelo que tenha ao menos 3 (três) componentes móveis acionados por engrenagens, e/ou polias, e/ou correntes e seja rádio controlado ou controlado por 1 (um) dispositivo sem fio.
  6. Montar e programar 1 (um) modelo que sirva como protótipo para a resolução por meio da robótica de algum problema mundial na atualidade.
  7. Compreender e saber transmitir o conhecimento de qualquer robô construído, e a utilização do comando sem fio ou radio-controle ou a programação feita.
  8. Montar e programar 1 (um) robô que possua pelo menos 2 (dois) sensores e utilize 1 (um) condicional e 1 (um) looping.
  9. Montar e programar 1 (um) robô que possua pelo menos 4 (quatro) variáveis.
  10. Montar e programar 1 (um) robô que possua duas variáveis e se comunique por WIFI ou bluetooth com outro robô do mesmo tipo.
  11. Saber explicar duas funções já existentes no programa para Arduíno, ou similar, em linguagem de programação (C++, Javascript, etc.).
  12. Saber acender 1 (um) LED utilizando uma linguagem de programação (C++, Javascript, etc.).

Nota sobre a equivalência da versão anterior: a versão anterior desta especialidade continha 9 (nove) itens. Caso o jovem tenha conquistado a versão anterior desta especialidade, em algum de seus níveis, o escotista deverá realizar uma equivalência em conjunto com o jovem, para a conquista do Nível subsequente. Como a especialidade passou a contar com doze itens, considerar que o jovem deverá conquistar 1 (um) item a mais para a conquista do Nível seguinte. Caso o jovem já possua o Nível 3, não será necessário realizar mais nenhum item.

Química

  1. Definir Química, apresentando onde e como ela é utilizada no dia-a-dia, em sua casa, por exemplo.
  2. Explicar a diferença entre fenômeno químico e fenômeno físico.
  3. Apresentar 1 (um) trabalho sobre a vida e as realizações de 3 (três) químicos famosos.
  4. Apresentar 1 (um) protótipo onde seja realizada uma eletrólise.
  5. Descrever os principais materiais de laboratório e as regras de segurança num laboratório e explicar a diferença entre química orgânica, inorgânica e físico química.
  6. Demonstrar o uso da Tabela Periódica.
  7. Apresentar 2 (dois) diferentes métodos para medição do pH da água potável.
  8. Explicar a diferença entre substâncias polares e apolares.
  9. Visitar uma indústria química e apresentar 1 (um) relato. Na ausência de uma indústria química, a visita pode ser feita a uma indústria de alimentos, de componentes metálicos, de aditivos, a uma metalúrgica ou a 1 (um) curtume.
  10. Realizar 3 (três) experiências diferentes, sendo uma de química orgânica, uma de química inorgânica e outra de físico-química.
  11. Obter por meio de reações químicas, os seguintes gases: Dióxido de Carbono, Oxigênio e Hidrogênio.
  12. Fabricar sabão, explicando o que ocorre durante o processo.
  13. Explicar, em termos físicos – químicos os seguintes efeitos: Chuva Ácida, Efeito Estufa e SMOG Fotoquímico e organizar, preparar e executar uma palestra sobre 1 (um) dos temas propostos: a) Água: Propriedades, poluição e tratamento; b) Combustíveis; c) Poluição Atmosférica.
  14. Montar e apresentar 1 (um) protótipo “Pau-Bola” onde sejam montadas as seguintes moléculas: de Água, de Etanol e de Cloreto de Sódio. Seguindo as devidas regras (quanto à cor e tamanho, por exemplo, dos átomos).
  15. Montar e fazer funcionar uma pilha.

Proteção de Animais Silvestres

  1. Explicar os conceitos de bem-estar animal e das cinco liberdades, e como esses conceitos se aplicam aos animais silvestres.
  2. Fazer a distinção entre animais domésticos e animais silvestres, sabendo explicar por que animais silvestres não podem ser tratados como animais domésticos de estimação.
  3. Pesquisar e explicar quais são os animais silvestres mais traficados na sua região, no Brasil e no mundo, e de como vão parar em lojas comerciais, internet, feiras e nas residências das pessoas.
  4. Estudar e descrever o comportamento natural de um animal silvestre da fauna brasileira no seu habitat.
  5. Explicar o procedimento para casos onde animais silvestres sejam encontrados feridos ou ilegalmente à venda.
  6. Conhecer a legislação que protege os animais silvestres no Brasil, de modo a conseguir identificar práticas ilegais de venda, exposição e manutenção em residência.
  7. Explicar a função dos Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) e Centros de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) e identificar os que existem mais próximos da sua residência.
  8. Identificar cinco doenças em seres humanos causadas por zoonoses provenientes de animais silvestres, e explicar como se dá a transmissão.
  9. Listar cinco problemas relacionados ao tráfico de animais silvestres para o mercado pet (provocar temas como extinção, transmissão de doenças, sofrimento animal, abandono, invasão de espécies exóticas).
  10. Realizar observação de animais silvestres nos arredores de sua casa, sítio ou local que julgue ser apropriado, listar algumas das espécies, e explicar como deve ser uma observação responsável e respeitosa dos animais silvestres no seu habitat natural ou fora dele, procurando grupos de observação animal próximos a sua casa.
  11. Listar usos da fauna que prejudicam seu bem-estar e conservação, e provocar temas como crenças e superstições, caça, turismo predatório e uso em medicina tradicional.
  12. Desenvolver uma campanha na escola, clube, igreja, redes sociais etc. (que alcance um público, pelo menos, de cem pessoas, por um período mínimo de uma semana) de conscientização de que animais silvestres não devem ser comercializados, utilizando exemplos da sua região.

Versão: Julho/2020
Proponente(s): World Animal Protection
Avaliador(es): Sofia Amorim Martins (Acadêmica de Biologia – Universidade Federal do Ceará)

Skip to content