Escotismo Amazônico

O projeto ‘Escotismo Amazônico’ foi criado em 2013 com o objetivo de transformar a realidade social infanto-juvenil da região de tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru – conhecida como Alto Solimões, uma região marcada pela desigualdade e problemas sociais como álcool, prostituição, drogas e trabalho infantil. Como resultado, as ações alcançaram números como 12 novas Unidades Escoteiras Locais (sendo duas formadas por indígenas), e mais de 1.000 novos associados impactados.

O objetivo do projeto é transformar a realidade de crianças e jovens que vivem em uma região suscetível ao tráfico de drogas, em situação de risco e vulnerabilidade. Levamos o Escotismo como ferramenta educacional e como atividade de lazer, oferecendo um ambiente de amizade e confiança, trabalhando a autoconfiança e o poder de liderança dos jovens. Durante os anos de execução do projeto foram realizadas várias ações, o que possibilitou alcançar resultados bastante expressivos, como cursos preliminares, capacitação de voluntários, divulgação de materiais educativos (como a cartilha “Papo Reto”), ações de prevenção ao uso de drogas entre outras ações ao longo da execução do projeto.

Integra Roraima

O projeto Integra Roraima nasceu com a urgência humanitária que se apresenta no Estado de Roraima, por conta da situação de migração de venezuelanos que chegam diariamente em nosso país. O projeto leva o Escotismo à crianças e adolescentes que se encontram em situação de refúgio, vivendo em abrigos e moradias provisórias na cidade de Boa vista. Oferecendo novas experiências a partir de uma prática educativa, que apresenta proposta inclusiva e que respeita a diversidade cultural e social.

O projeto tem como objetivo colaborar através do Escotismo com a educação de crianças, adolescentes e jovens venezuelanos que enfrentam desafios no processo de migração e mudança para um novo País, concentrando-se principalmente no Estado de Roraima, visamos contribuir com sua integração na sociedade brasileira e a reconstrução da sua história de vida, através do resgate dos seus sonhos. São beneficiadas crianças, adolescentes e jovens venezuelanos que migraram para o Estado de Roraima, com idades entre seis anos e meio e dezessete anos, que vivem em Centros de Acolhimento na cidade de Boa Vista. 

 

Acesse o vídeo para mais informações.

Educação Escoteira para a Sustentabilidade

O projeto, financiado pelo Fundo da Infância e Adolescência do Estado do Paraná, proporciona educação não-formal para a sustentabilidade por meio do Método e Programa Escoteiros às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, moradores da região da Borda do Campo, em São José dos Pinhais/PR. As atividades aplicadas na sede da Associação Borda Viva, atende 75 crianças e adolescentes com presença efetiva. Palavras-chave: FIA, vulnerabilidade social, Associação Borda Viva.

Através do Edital do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA/PR), apresenta-se o projeto Educação Escoteira para a Sustentabilidade, que tem como proposta atender 80 crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade, que residem no bairro Borda do Campo, no município de São José dos Pinhais, levando o Método Escoteiro. 

O projeto completou um ano de execução em 2020 e contou com várias ações durante esse período.

Educação Escoteira

Evento estratégico da instituição que tem como principal objetivo apresentar o Movimento Escoteiro para estudantes, dando a oportunidade para crianças e adolescentes vivenciarem uma experiência de atividades educativas e ter contato com a proposta do Escotismo. A primeira edição foi no ano de 2017.

Educação Escoteira é um projeto dos Escoteiros do Brasil, para ser realizado anualmente no mesmo sistema dos Mutirões, promovendo atividades, nos ambientes das escolas, que que contribuam para articular conhecimentos propostos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais com uma vivência prática e atraente, auxiliando na assimilação e compreensão desse conteúdo.

Projeto Apoia

O Projeto Apoia tem por objetivo dar suporte a Regiões Escoteiras, nas ações de Crescimento, Formação, Registros e assessorias em temas de gestão, utilização do PAXTU, Planejamento Estratégico, Grupo Padrão, entre outros.

Durante o ano de 2017, o Projeto Apoia que tem como objetivo dar suporte a Regiões Escoteiras, foi implementado de forma continuada em cinco Regiões: Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe e Tocantins, além de ações coordenadas e visitas nas Regiões do Acre, Maranhão e Ceará. O projeto deu todo o suporte para a realização da Assembleia de Fundação da Região de Tocantins e de forma conjunta aplicou um Curso Preliminar em Alagoas, com a inclusão e aplicação de Unidades didáticas voltadas para o Crescimento. Por fim, também foi realizada a assessoria à distância a várias Regiões Escoteiras, com temas de gestão, registro, utilização do PAXTU, Planejamento Estratégico e Ações de Crescimento, dentre outras. 

No ano de 2018 ofereceu suporte para a Assembleia e fomento da Região de Tocantins; proporcionou recursos para a realização de visitas técnicas à Roraima; financiou viagens com objetivos de realização de registros no Amazonas. Patrocinou um Curso Preliminar em Santana – Amapá, em agosto de 2018, com 17 participantes, Diretor Hugo Sales (Distrito Federal) e um Curso Preliminar em Tefé – Amazonas, em novembro de 2018, com 23 participantes, Diretor Paulo França (Amazonas), e apoiou um Curso Avançado em Campo Grande (Mato Grosso do Sul) em fevereiro de 2018, com mais de 50 participantes.

Projeto Multiplica

O Projeto Multiplica atua para o aumento do número de Unidades Escoteiras Locais no Brasil, proporcionando facilidades na instalação e operação de Seções Escoteiras Autônomas, teve como um dos destaques a parceria com o SESI/PR, que proporcionou a manutenção de duas Seções Autônomas dos Ramos Lobinho e Escoteiro que funciona desde 2017.

O projeto Multiplica é uma proposta institucional que visa o aumento do número de Unidades Escoteiras Locais (UELs) no Brasil, proporcionando facilidades na instalação, com segurança, gerando crescimento sustentável e visibilidade ao Movimento. Além disso oferecer a prática Escoteira junto a parceiros que compartilham nossos ideais e valores.

No segundo ano de execução do projeto foi marcado pelo avanço da parceria com o SESI/SP. A parceria conta com a aplicação das atividades através de uma Animador Territorial Profissional, que foi capacitado pelo Escritório Nacional e atende as Seções Escoteiras Autônomas nas dependências do SESI.  

No ano de 2018 além da continuidade do Projeto Multiplica, novas parcerias com as Regiões do Distrito Federal, São Paulo, Paraná e Roraima foram firmadas para a extensão do Projeto.

 

Kit Multiplica: Material que foi concebido para ser utilizado em novas Unidades Escoteiras Locais (UEL) ou naquelas já existentes, onde pessoas com pouca ou nenhuma experiência no Escotismo se dispõem a aplicar atividades Escoteiras para crianças e adolescentes. As atividades são apresentadas de forma lúdica com uma série de jogos e guias de atividades, com orientações e programação para 6 meses de encontros semanais, período em que estes adultos, já familiarizados com o Movimento Escoteiro, iniciam o seu processo de Formação Continuada proposto pela instituição. O Kit Tropa Escoteira teve seu lançamento no 24º Congresso Nacional e veio juntar-se ao Kit do Ramo Lobinho, que foi lançado no ano anterior. Junto ao lançamento foi disponibilizado um vídeo tutorial sobre o uso do material.

WebTV – Jornada Escoteira

Em 2018, os Escoteiros do Brasil lançaram um novo canal de comunicação e entretenimento. Pensada para alcançar principalmente novos interessados que nunca tiveram contato com o Escotismo, mas sem deixar de lado o associado engajado com o Movimento Escoteiro, a Web TV ‘Jornada Escoteira’ apresenta ao público o Escotismo de uma maneira diferente, informativa e divertida.

A iniciativa conta com o patrocínio da Itaipu Binacional para realizar e desenvolver programas de TV, com veiculação na web e tem como objetivo sensibilizar e ampliar o conhecimento da sociedade a respeito do programa educacional desenvolvido pelos Escoteiros, em especial o fortalecimento de vínculos familiares, incentivar o apoio à formação e desenvolvimento integral das crianças, adolescentes e jovens, por intermédio da socialização, da autonomia, da formação de identidade e construção de projeto de vida. 

O projeto começou a sair do papel em fevereiro de 2018 e iniciou com o lançamento de teasers para gerar curiosidade entre o público-alvo do projeto, o primeiro episódio foi lançado no dia 22 de fevereiro, dia do nascimento do B-P. Ao total foram publicados 56 vídeos no canal com diversos quadros que foram veiculados quinzenalmente no canal oficial dos Escoteiros do Brasil.

Os episódios foram transformados em lista de reprodução dos quadros apresentados no Programa. Isso aliado à campanha online desenvolvida para o projeto, fez com que atingíssemos seguintes números (até dezembro de 2018):

Canal no YouTube

Skip to content