Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Nota de pesar pelo falecimento de Carlos Borba

27 de janeiro de 2017


Com pesar registramos o falecimento do chefe Carlos Borba, na manhã desta sexta-feira, 27, no Rio de Janeiro, aos 95 anos de idade.

Membro do Movimento Escoteiro desde os 10 anos de idade, Carlos Borba teve uma vida escoteira muito ativa e extremamente relevante para a União dos Escoteiros do Brasil. Foi membro juvenil, escotista e dirigente em Grupos Escoteiros, na Região Escoteira do Rio de Janeiro e na direção nacional dos Escoteiros do Brasil.

Entre as várias funções que ocupou, se destacam a presidência da Região do Rio de Janeiro, a coordenação nacional da Modalidade do Mar e a presidência no Centro Cultural do Movimento Escoteiro, do qual foi um dos fundadores.

Foi condecorado por suas contribuições, recebendo, entre elas, a mais alta comenda da instituição – o Tapir de Prata, e a Medalha Velho Lobo, por mais de cinquenta anos de vida escoteira.

Teve uma destacada vida militar, desde estudante do Colégio Militar, passando pela Escola Naval, formando-se oficial superior da Marinha do Brasil, onde atuou em vários comandos, inclusive em um dos navios brasileiros durante a 2ª Guerra Mundial, transportando parte da Força Expedicionária. Foi condecorado com a Medalha do Mérito Naval de Guerra, a Medalha da Força Naval do Nordeste, a Ordem do Mérito Naval e a Medalha de Serviço Militar por Trinta anos.

Os Escoteiros do Brasil juntam-se a todos que lamentam a perda de nosso companheiro, deixando a todos seus parentes, amigos e irmãos escoteiros os votos de pesar e a certeza de que ele já está junto ao Senhor, no Grande Acampamento, recompensado por sua vida dedicada à juventude e amor ao próximo.

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens