Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Nota à imprensa РAgosto de 2019

15 de agosto de 2019


Os Escoteiros do Brasil  recentemente tiveram conhecimento das not√≠cias publicadas hoje, dia quinze de agosto de dois mil e dezenove, que tratam de um ex-volunt√°rio do Movimento Escoteiro. Tendo em vista o conte√ļdo da mat√©ria, que corre em segredo de justi√ßa, n√£o obtivemos acesso √†s peculiaridades do fato, tomando conhecimento pelos meios de imprensa. Refor√ßamos que somos um Movimento Educacional com o prop√≥sito de contribuir para o desenvolvimento pleno do jovem a partir do pr√≥prio indiv√≠duo. Somos mais de 100 mil integrantes no Brasil em mais de 100 anos de hist√≥ria, sempre trabalhando para o engajamento da juventude para com a sociedade, assumindo compromissos, valores e prop√≥sitos. Al√©m disso, somos parte de um Movimento global que conta com mais de 50 milh√Ķes de associados em mais de 170 pa√≠ses em todo o mundo, como uma grande fraternidade.

Desde nossa funda√ß√£o o objetivo tem sido o de formar cidad√£os conscientes, participantes e √ļteis em suas comunidades, refor√ßando a autodetermina√ß√£o, o autoconhecimento e a capacidade de compreenderem a vida e a sociedade. Com a entrada em vigor do Estatuto da Crian√ßa e do Adolescente (ECA) no ano de 1990, refor√ßamos ainda mais esta preocupa√ß√£o e reformulamos nossa Pol√≠tica Nacional de Prote√ß√£o Infantojuvenil, com o objetivo de prevenir poss√≠veis casos de abuso e viol√™ncia durante as atividades educacionais desenvolvidas. Todo adulto que ingressa no Movimento Escoteiro, seja novo ou como caminho natural do Jovem Escoteiro, realiza obrigatoriamente um curso de Prote√ß√£o Infantojuvenil, tanto para inclus√£o como renova√ß√£o do seu registro para a pr√°tica de atividades. Tamb√©m √© requisito, como parte dos documentos apresentados para ingresso e perman√™ncia de um adulto no Movimento Escoteiro, a assinatura de uma declara√ß√£o de idoneidade e autoriza√ß√£o de acesso √†s certid√Ķes negativas de antecedentes criminais.

A Pol√≠tica Nacional de Prote√ß√£o Infantojuvenil tem como objetivo orientar todos os volunt√°rios adultos que atuam ou atuar√£o no Movimento Escoteiro sobre os procedimentos corretos de como prevenir, reconhecer e agir diante de situa√ß√Ķes de maus-tratos e abusos envolvendo crian√ßas, jovens e adultos. Como dito antes, esta prepara√ß√£o √© pr√©-requisito para a associa√ß√£o do volunt√°rio. S√£o realizadas oficinas e palestras sobre este tema rotineiramente em cursos de capacita√ß√£o dos adultos.  Todas as fam√≠lias quando realizam o registro de uma filha ou filho no Movimento Escoteiro recebem a Cartilha sobre Prote√ß√£o da Crian√ßa e do Adolescente, neste material temos orienta√ß√Ķes aos pais sobre prote√ß√£o e preven√ß√£o de abusos. Entendemos como sendo de fundamental import√Ęncia a capacita√ß√£o de nossos volunt√°rios para evitar, reconhecer e tamb√©m tomar as devidas provid√™ncias diante de situa√ß√Ķes de abusos e maus tratos.

Estamos abertos para sanar qualquer d√ļvida sobre a forma de ingresso e conduta de todos volunt√°rios a integrar um grupo escoteiro. Reafirmando que estamos √† disposi√ß√£o de qualquer pai, m√£e ou respons√°vel que saiba de alguma informa√ß√£o, seja deste caso ou de qualquer outro, para que tomemos as medidas Judiciais e Administrativas.

Disponibilizamos atrav√©s do nosso site oficial um mecanismo para den√ļncias e eventuais situa√ß√Ķes. Ressaltamos sempre que N√ÉO pactuamos com qualquer forma de abuso contra pessoas, em especial contra crian√ßas e adolescentes e demais vulner√°veis. Somos contra a viol√™ncia em qualquer uma de suas formas ou meio social. Casos isolados e pontuais receber√£o dos Escoteiros do Brasil o devido e adequado tratamento, sem toler√Ęncias, com a ado√ß√£o das medidas pertinentes, sem exce√ß√£o.

Ressaltamos assim, a todos que interessar, que o adulto envolvido nas notícias não faz parte deste Movimento, desde 2016. Assumimos um compromisso com a sociedade de assegurar um ambiente escoteiro seguro para as práticas das atividades educacionais, alinhado ao Estatuto da Criança e do Adolescente que estabelece que é dever de todos prevenir a ocorrência de ameaça ou violação dos direitos da criança e do adolescente.

David Ortolan – Secret√°rio Geral dos Escoteiros do Brasil

Proteção Infantojuvenil

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens