Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Estudantes e escoteiros visitam Museu de Valores e participam de bate-papo sobre educação financeira

31 de Maio de 2016


Economia
O escoteiro Oto Albuquerque exibe certificado e conta sobre uma das lições aprendidas: “Aprendi a economizar minha mesada. Vou colocar uma parte no cofrinho e deixar acumular para quando eu precisar comprar o que quero”.

Escoteiros, filhos de servidores e alunos da turma de Altas Habilidades e de Superdotação de escolas públicas das regiões do Guará e da Estrutural, no Distrito Federal, visitaram o Edifício-Sede do BC durante a 3ª Semana Nacional de Educação Financeira, em uma tarde voltada para o público infantil. Com o tema A Semana Nacional de Educação Financeira também é das crianças, eles conheceram o Museu de Valores, onde acompanharam a exposição O Museu de Valores e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016,  e participaram de um bate-papo com Álvaro Modernell, especialista em educação financeira.

A mostra em torno do tema Olímpiadas e Paralimpíadas faz parte das comemorações da 14ª Semana Nacional de Museus, que este ano busca enfatizar a necessidade de valorização da cultura e da diversidade paisagística do país. “A seleção das moedas priorizaram as peças que trazem elementos identificados com a cidade-sede dos jogos olímpicos e que fazem alusão aos esportes, lugares, gêneros musicais, fauna e flora do Brasil, a exemplo do vôlei de praia em Copacabana; do remo na Lagoa Rodrigo de Freitas; do Sambódromo e do pau-brasil”, explica a chefe do Museu de Valores, Karla de Sá Valente. Além do acervo do Museu, a exposição também conta com selos que foram emitidos especialmente para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, cedidos pelo Museu Correios, e com as mascotes Olímpicas Tom e Vinicius, cedidas pelo Comitê Olímpico do Brasil.

Escoteiros
Depois da exposição, as crianças participaram de um bate-papo com o especialista em educação financeira Álvaro Modernell. Durante a conversa, ele comparou preceitos do escotismo e da educação financeira, como a importância de estabelecer metas, ter disciplina e constância para alcançar a tranquilidade financeira. O compromisso de promover os princípios da educação financeira foi celebrado com a assinatura de um termo de cooperação entre o BC e a União Nacional do Escoteiros.

A escoteira Zuleika Santiago, que faz parte do movimento dos escoteiros desde 2004, contou como surgiu a ideia de propor a especialidade educação financeira para o escotismo. “Ganhei um livro sobre cidadania financeira do pai de um amigo, que trabalha aqui no BC. Achei muito interessante e percebi que se encaixava muito bem com a filosofia dos escoteiros, que é ser econômico e respeitar o bem alheio. Eu, por exemplo, não tive uma educação financeira em casa e só comecei a ficar mais atenta aos hábitos de consumo depois de ter tido contato com o assunto. Foi então que decidi propor a inserção da educação financeira no movimento dos escoteiros. Com isso, tiramos lições para toda a vida”.

Para Márcio Albuquerque, presidente dos escoteiros do Brasil no DF, é muito importante que a educação financeira seja trabalhada desde cedo. “A ideia é que esses ensinamentos possam ser assimilados a fim de que essas crianças se tornem adultos mais responsáveis e saibam lidar de uma maneira mais racional com o dinheiro. A sustentabilidade já é um valor adotado nas práticas escoteiras e a educação financeira só vem fortalecer esse preceito”.

Saiba mais
A Semana Nacional de Educação Financeira tem o objetivo de promover a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), instituída em 2010 como política de Estado, de caráter permanente, para contribuir com o fortalecimento da cidadania ao fornecer e apoiar ações que ajudem a população a tomar decisões financeiras mais autônomas e conscientes. A primeira edição do evento aconteceu em 2014 e somou mais de 170 eventos em 17 estados brasileiros, entre palestras, cursos, gincanas, concursos culturais e workshops. Em 2015, foram realizados mais de 500 eventos em todas as regiões do Brasil. Este ano, a 3ª Semana Nacional de Educação Financeira contou com mais de 1,1 mil ações desenvolvidas em todo o país.

Fonte: Banco Central do Brasil

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens