Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Confira o que aconteceu no dia 26, primeiro dia do Congresso Nacional Escoteiro

27 de abril de 2019


O primeiro dia do Congresso foi muito movimentado. Tivemos a presença de escoteiros de todas as regiões do país, que atenderam a diversas atividades durante o dia. Confira abaixo como foram algumas das atividades que aconteceram no Dia 1 do 25º Congresso Nacional Escoteiro:

JOTI
A proposta do JOTI foi um bate papo para explicar como funciona a atividade e qual a sua importância, que é a integração dos jovens e atuação na internet.
Aconteceu uma pequena gincana com os adultos participantes, onde foi desenvolvido um micro JOTI com quatro tarefas, para que eles possam vivenciar o que os jovens vivenciam em um JOTI real, com uma atividade a cada hora.
A reunião foi bem interessante, pois possibilitou uma grande troca de ideias, feedbacks para que as atividades cada vez mais sejam aprimoradas.

Radioescotismo
Foi discutido o futuro do radioescotismo deste ano, as novidades esperadas para o ano e quais os problemas atuais e que precisam ser resolvidos.
Durante a reunião foi criada uma pequena lista com modificações e propostas para a equipe desenvolver daqui para frente. Uma delas é a antecipação das programações das atividades para que essa informação chegue antes ao Chefe das UELs, desta forma ele terá mais tempo para se programar e criar ferramentas para aplicar de maneira mais efetiva o radioescotismo em sua UEL.
Criar um guia digital para ajudar o jovem e o chefe na especialidade, tornar o “Field Day” em uma atividade por volume, onde o chefe pode pegar os volumes anteriores e continuar aplicando, assim como é o EducAÇÃO Escoteira, além de outras pendências que foram endereçadas aos prazos, para que sejam solucionadas.

Modalidade do Ar
A oficina recebeu representantes de Grupos Escoteiros do Ar do Brasil inteiro, e foi possível a discussão de diferentes aspectos de como a Modalidade do Ar está se desenvolvendo em regiões Escoteiras diferentes, como o Amazonas, de São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e etc.
Com esse intercâmbio de informações é possível levar boas práticas para cada uma dessas Regiões, além de elaborar um plano de ação Nacional muito mais relevante a todos os membros da modalidade.

Encontro Nacional de Formadores
Foram tratadas as novidades que surgiram a partir da publicação da Política Nacional de Adultos do Movimento Escoteiro, especialmente na questão da Gestão por Competências e o enfoque no conceito do ciclo de vida do adulto na função que ele ocupa, ou seja, nos três processos principais: captação, desempenho na tarefa e decisões para o futuro.
Para cada um desses processos existem ferramentas que apoiam a prática da Gestão de Adultos nos Escoteiros do Brasil. Foi apresentado cada um desses processos e também no final do Encontro foi apresentado o conjunto de competências para os formadores, que é uma demanda da organização, para que eles possam cada vez mais operar iniciativas de formação de maneira excelente, e que a organização também possa desenhar oportunidades formativas para essas pessoas que ocupam essa tarefa de maneira mais objetiva e eficaz.

Liderando equipes
Trabalhou-se estilos de liderança de equipes, os estilos e características de um líder e como reagir em situações adversas. Foi um espaço em que os participantes puderam ver como colocar em prática conceitos que já são utilizados no ambiente administrativo dentro das unidades escoteiras. Foi dada ênfase em temas como motivação, a importância de se conhecer a equipe e como tratar cada membro.
A oficina foi um treinamento aplicado em nível interamericano que está sendo replicado no Congresso.

Estatuinte
No seminário Estatuinte foi franqueada a possibilidade de debates, discussões e alinhamentos de posicionamentos acerca da proposta apresentada para o novo estatuto.
A proposta foi precedida de ampla consulta e um processo de construção por etapas, em que se possibilitou a escuta de muitos associados, além dos representantes das regiões na Comissão Estatuinte, do CAN e da Diretoria Nacional.
A proposta será apresentada na próxima Assembleia Extraordinária convocada para a manhã do dia 27 de abril.

Sessão Solene
A sessão solene contou com a presença de escoteiros de todos os cantos do país. A abertura foi realizada pelo presidente Alessandro Garcia Vieira.
Os primeiros reconhecimentos da noite foram dados a dirigentes e pessoas de grande representatividade dento do Movimento, incluindo membros dada DEN.
Durante o restante da noite foi realizada a entrega dos prêmios aos vencedores do Prêmio Escoteiros do Brasil de Educação. Os ganhadores dos prêmios deram discursos gratificantes e comentaram a importância da participação em projetos de educação.
Quem fez uma aparição foi o Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica. Infelizmente ele não pôde comparecer pessoalmente, mas através de um vídeo mostrou a sua felicidade em poder ter essa parceria entre Instituto Maurício de Sousa e os Escoteiros do Brasil. Ele mesmo quem fez o anúncio do livro ilustrado Turma da Mônica e os Escoteiros. Além desta aparição, o Maurício de Sousa também foi premiado pelo Prêmio Educação, e quem recebeu o prêmio foi o seu representante Amauri de Sousa.
Tivemos a presença de uma representante da ONU Mulheres e da gerente mundial de assuntos de diversidade, para tratar sobre a divulgação do projeto HeForShe.

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens