Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Atenção com febre amarela se intensificam com expansão da doença

10 de janeiro de 2018


Desde julho de 2017 até o último dia 14, a febre amarela já vitimou 20 pessoas em 35 casos espalhados pelas regiões de SP, RJ, MG e DF, de acordo com o Ministério da Saúde . Em todos estes estados, a atenção por casos suspeitos está colocando as autoridades em alerta, principalmente em cidades da região norte da Grande São Paulo – onde teria se iniciado o surto. Regionalmente, as secretarias de saúde organizam mutirões de vacinação, causando filas em postos de saúde, e em alguns lugares, a vacina está esgotada, aguardando reposição.

Por conta da iminente necessidade de cuidados, os Escoteiros do Brasil reforçam a recomendação por atenção aos sintomas, e nos casos de proximidade com áreas consideradas de risco, recomendamos buscar os postos de saúde para vacinação. A doutora Eliana Cabrera, da Coordenação de Saúde da Região Escoteira de São Paulo, ressalta algumas informações importantes:

1) Verifique se sua carteira de vacinação está em dia para febre amarela;
2) Procure orientações sobre a vacinação e imunize-se nos postos de saúde da sua região;
3) A faixa etária recomendada para vacinação contra a febre amarela é dos 09 meses a 60 anos.
4) Embora seja um evento raro, a vacina pode gerar reações adversas e é contraindicada para pessoas alérgicas a proteínas presentes no ovo, gestantes, mulheres que estejam amamentando crianças até seis meses de idade e outras situações que necessitam de avaliação entre risco-benefício, como idosos que nunca foram vacinados;
5) Depois de vacinado, a imunização efetiva ocorre em 10 dias;
6) A nova recomendação da Organização Mundial de Saúde é de apenas uma dose de vacina contra a Febre Amarela;

7) Não ofereça alimentos ou se aproxime de grupos de macacos;
8) Ao entrar na mata ou caminhar nas suas bordas, utilizar preferencialmente camisas de manga longa e repelentes, caso não possua histórico de alergia a estes produtos.

Veja o mapa disponibilizado pela Prefeitura de São Paulo para as áreas de atenção da doença:
Mapa

A doença

A febre amarela é uma doença viral transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti, e a variação urbana e uma silvestre. No Brasil não há casos da variação urbana desde 1942. Neste ano, um pequeno surto vitimou famílias de macacos em parques naturais da Grande São Paulo, e casos da doença foram confirmados na região metropolitana da capital.

Como sintomas, a doença apresenta dores de cabeça e musculares, febre, enjoos e vômito, perda de apetite e fraqueza. A vacina está sendo distribuida em doses fracionadas nas áreas consideradas de risco.

Para mais informações e dúvidas sobre a febre amarela, consulte a cartilha produzida pela Dra. Eliana Cabrera:
Cartilha

Escoteiro, fique atento aos possíveis sintomas, e matenha-se Sempre Alerta com sua saúde!

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens