Escotismo Amazônico

O projeto ‘Escotismo Amazônico’ foi criado em 2013 com o objetivo de transformar a realidade social infanto-juvenil da região de tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru – conhecida como Alto Solimões, uma região marcada pela desigualdade e problemas sociais como álcool, prostituição, drogas e trabalho infantil. Como resultado, as ações alcançaram números como 12 novas Unidades Escoteiras Locais (sendo duas formadas por indígenas), e mais de 1.000 novos associados impactados.

O objetivo do projeto é transformar a realidade de crianças e jovens que vivem em uma região suscetível ao tráfico de drogas, em situação de risco e vulnerabilidade. Levamos o Escotismo como ferramenta educacional e como atividade de lazer, oferecendo um ambiente de amizade e confiança, trabalhando a autoconfiança e o poder de liderança dos jovens. Durante os anos de execução do projeto foram realizadas várias ações, o que possibilitou alcançar resultados bastante expressivos, como cursos preliminares, capacitação de voluntários, divulgação de materiais educativos (como a cartilha “Papo Reto”), ações de prevenção ao uso de drogas entre outras ações ao longo da execução do projeto.

Educação para a Garantia de Direitos

No ano de 2016 obtivemos aprovação de um projeto no Fundo da Infância e Adolescência no Estado do Paraná. A proposta do projeto é promover e garantir os direitos das crianças e adolescentes por meio de atividades educativas em escolas públicas entidades de acolhimento institucional e entidades que atuem com serviços de convivência de fortalecimento de vínculos no estado. 

Projeto na íntegra:

http://www.justica.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/migrados/File/projetos/Projeto-Escoteiros.pdf

Educação Escoteira

Evento estratégico da instituição que tem como principal objetivo apresentar o Movimento Escoteiro para estudantes, dando a oportunidade para crianças e adolescentes vivenciarem uma experiência de atividades educativas e ter contato com a proposta do Escotismo. A primeira edição foi no ano de 2017.

Educação Escoteira é um projeto dos Escoteiros do Brasil, para ser realizado anualmente no mesmo sistema dos Mutirões, promovendo atividades, nos ambientes das escolas, que que contribuam para articular conhecimentos propostos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais com uma vivência prática e atraente, auxiliando na assimilação e compreensão desse conteúdo.

WebTV – Jornada Escoteira

Em 2018, os Escoteiros do Brasil lançaram um novo canal de comunicação e entretenimento. Pensada para alcançar principalmente novos interessados que nunca tiveram contato com o Escotismo, mas sem deixar de lado o associado engajado com o Movimento Escoteiro, a Web TV ‘Jornada Escoteira’ apresenta ao público o Escotismo de uma maneira diferente, informativa e divertida.

A iniciativa conta com o patrocínio da Itaipu Binacional para realizar e desenvolver programas de TV, com veiculação na web e tem como objetivo sensibilizar e ampliar o conhecimento da sociedade a respeito do programa educacional desenvolvido pelos Escoteiros, em especial o fortalecimento de vínculos familiares, incentivar o apoio à formação e desenvolvimento integral das crianças, adolescentes e jovens, por intermédio da socialização, da autonomia, da formação de identidade e construção de projeto de vida. 

O projeto começou a sair do papel em fevereiro de 2018 e iniciou com o lançamento de teasers para gerar curiosidade entre o público-alvo do projeto, o primeiro episódio foi lançado no dia 22 de fevereiro, dia do nascimento do B-P. Ao total foram publicados 56 vídeos no canal com diversos quadros que foram veiculados quinzenalmente no canal oficial dos Escoteiros do Brasil.

Os episódios foram transformados em lista de reprodução dos quadros apresentados no Programa. Isso aliado à campanha online desenvolvida para o projeto, fez com que atingíssemos seguintes números (até dezembro de 2018):

Canal no YouTube

Skip to content