Escotismo Amazônico

O projeto ‘Escotismo Amazônico’ foi criado em 2013 com o objetivo de transformar a realidade social infanto-juvenil da região de tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru – conhecida como Alto Solimões, uma região marcada pela desigualdade e problemas sociais como álcool, prostituição, drogas e trabalho infantil. Como resultado, as ações alcançaram números como 12 novas Unidades Escoteiras Locais (sendo duas formadas por indígenas), e mais de 1.000 novos associados impactados.

O objetivo do projeto é transformar a realidade de crianças e jovens que vivem em uma região suscetível ao tráfico de drogas, em situação de risco e vulnerabilidade. Levamos o Escotismo como ferramenta educacional e como atividade de lazer, oferecendo um ambiente de amizade e confiança, trabalhando a autoconfiança e o poder de liderança dos jovens. Durante os anos de execução do projeto foram realizadas várias ações, o que possibilitou alcançar resultados bastante expressivos, como cursos preliminares, capacitação de voluntários, divulgação de materiais educativos (como a cartilha “Papo Reto”), ações de prevenção ao uso de drogas entre outras ações ao longo da execução do projeto.

Projeto Apoia

O Projeto Apoia tem por objetivo dar suporte a Regiões Escoteiras, nas ações de Crescimento, Formação, Registros e assessorias em temas de gestão, utilização do PAXTU, Planejamento Estratégico, Grupo Padrão, entre outros.

Durante o ano de 2017, o Projeto Apoia que tem como objetivo dar suporte a Regiões Escoteiras, foi implementado de forma continuada em cinco Regiões: Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe e Tocantins, além de ações coordenadas e visitas nas Regiões do Acre, Maranhão e Ceará. O projeto deu todo o suporte para a realização da Assembleia de Fundação da Região de Tocantins e de forma conjunta aplicou um Curso Preliminar em Alagoas, com a inclusão e aplicação de Unidades didáticas voltadas para o Crescimento. Por fim, também foi realizada a assessoria à distância a várias Regiões Escoteiras, com temas de gestão, registro, utilização do PAXTU, Planejamento Estratégico e Ações de Crescimento, dentre outras. 

No ano de 2018 ofereceu suporte para a Assembleia e fomento da Região de Tocantins; proporcionou recursos para a realização de visitas técnicas à Roraima; financiou viagens com objetivos de realização de registros no Amazonas. Patrocinou um Curso Preliminar em Santana – Amapá, em agosto de 2018, com 17 participantes, Diretor Hugo Sales (Distrito Federal) e um Curso Preliminar em Tefé – Amazonas, em novembro de 2018, com 23 participantes, Diretor Paulo França (Amazonas), e apoiou um Curso Avançado em Campo Grande (Mato Grosso do Sul) em fevereiro de 2018, com mais de 50 participantes.

Movidos pelo Escotismo

O Projeto Movidos pelo Escotismo é uma iniciativa que busca mobilizar e integrar Escoteiros de diferentes partes do país em ações que auxiliem na aplicação do Método Escoteiro e do Programa Educativo do Movimento Escoteiro. Sua proposta é realizar um intercâmbio regional, em que jovens entre 18 e 26 anos possam ter experiências relevantes de serviço em ambientes diferentes, de maneira que possam melhorar realidades usando suas competências.

Como proposta para intensificar e fortalecer as ações do Escotismo Amazônico, criamos o Movidos pelo Escotismo, inicialmente dois jovens foram capacitados e enviados à região norte do país para dar suporte aos recentes grupos escoteiros em questões administrativas e de aplicação do Método Escoteiro e Programa Educativo. 

Na segunda edição do projeto, quatro jovens vindo do Rio de Janeiro, Paraná e Piauí partiram para o Estado do Acre, Rondônia, Amapá e Pará, onde puderam contribuir para a divulgação do Movimento Escoteiro e para o crescimento do Escotismo nas regiões, participando das atividades e se envolvendo com as comunidades locais 

No ano de 2017 o projeto proporcionou treinamento para capacitar os jovens para atuar como representantes do Movimento Escoteiro nas cidades que receberão a Operação Rondon, buscando abrir, em parceria com as prefeituras, novas Unidades Escoteiras Locais.  

Skip to content