Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Disseminando o saber campeiro


17/09/2015 12:01:09


A histria do gacho desenhada a partir das viagens tropeiras, do churrasco, do chimarro, das indumentrias e msicas gaudrias, que so lembradas e praticadas com ainda mais intensidade no ms de setembro, durante as comemoraes farrapas.

Ao longo desta semana, centenas de estudantes de Erechim e do Alto Uruguai, de todas as idades, tero a oportunidade de aprender mais e saber muitos porqus da cultura gacha.

Em uma das oficinas realizadas no Pavilho II do Parque da Accie, pequenos pees e prendas palestram sobre a Chama Crioula, explicando ao pblico a importncia e irreverncia deste smbolo diante do povo do Rio Grande do Sul. “Fogo que simboliza fertilidade, calor, claridade, ardor, paixo, hospitalidade e coragem. Simboliza, enfim, a Tradio Gacha. Representa o gacho, idealizado no esprito heroico dos Farroupilhas, com os ideais de justia e liberdade, valorizando a nossa cultura tradicional, palavra empenhada, a nossa demonstrao de civismo e patriotismo, visando aproximao dos povos”, fala com propriedade uma das prendas.

Em seguida Laura Durli, 1 Prenda Mirim do Rio Grande do Sul cantou ao pblico, sendo muito aplaudida.

As visitas em cada uma das oficinas so em grupos previamente agendados, e todos percorrem a ordem de tendas montadas para criar uma viso realstica no imaginrio do pblico acerca da vida real, com todas as belezas, encantamentos e dificuldades vividas pelo povo gacho no decorrer de dcadas.

Para falar sobre as Tropas Cargueiras, uma maquete gigante e detalhstica foi montada. Contam os tradicionalistas Valdemar Bassanezi e Dejani Fatima Topolski que nas dcadas de 1920 e 1930, as tropas cargueiras eram o nico meio de transporte utilizado para escoamento da produo agrcola em parte da regio do Alto Uruguai. Formada por dez animais muares amarradas uma atrs da outra, tinham na frente a gua madrinheira e no final outro animal cavalar montado pelo tropeiro. Seguiam lentamente pelo interior dos municpios de Itatiba do Sul, Aratiba e Barra do Rio Azul, at Erechim. Na viagem de aproximadamente dez horas levavam milho, feijo, trigo, banha, mel e cachaa e, no retorno, seguiam com sal, tecidos e querosene. Conforme os palestrantes, a maior dificuldade era a passagem pelos rios, alm das intempries que tornavam o percurso ainda mais arriscado.

Alm das viagens, a maquete ainda retrata as pousadas e as casas dos gachos deste perodo, sem luxo, no entanto, povoadas de um saudoso requinte.

Escotismo no Acampamento

Uma tenda, das antigas, com o intuito de mostrar ao pblico as dificuldades enfrentadas pelos antigos aventureiros, retratando concomitantemente os avanos e a evoluo do movimento escoteiro pode ser vista no Acampamento Farroupilha, em Erechim.

Ao lado da tenda, um fogo suspenso d exemplo de sobrevivncia sem causar danos natureza.

Os participantes das oficinas culturais, aprendem ainda, a habilidade de dar ns, demodo que cada um tem funes importantssimas e distintas no meio escoteiro, de acordo com o coordenador adjunto do 18 Distrito Escoteiro, composto por integrantes dos grupos Tupinambs e Acau, Cludio Roberto Madalozzo.

Outra atividade desenvolvida pelo grupo consiste em um jogo em equipe. “A atividade exige pensar e muito trabalho em equipe”, diz o chefe escoteiro.

Segundo o coordenador distrital, Daniel Jos Vaccaro, o principal objetivo de o grupo integrar o AF divulgar o trabalho escoteiro e incentivar a formao de novos grupos, uma vez que, na opinio dele, este tipo de atividade tm perdido a concorrncia contra as mdias virtuais. “Queremos aumentar a contingncia”, salienta.

O maior pblico para as oficinas esperado para hoje, amanh e sexta-feira, 18.

Fonte: Dirio da Manh

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens