Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Prefeitura de Dourados (MS) cede área de preservação ao Grupo Escoteiro Laranja Doce (21/MS)

12 de setembro de 2016


O prefeito Murilo assinou na tarde deste sábado (10), um termo de uso de bem público celebrado entre o Município de Dourados e o Grupo Escoteiro Laranja Doce. Trata-se de uma área ambiental que fica anexa à sede do Grupo e o objetivo é de que sejam realizados projetos de preservação do meio ambiente.

A área que fica no BNH 3° Plano compreende um trecho que segue da avenida Presidente Vargas até a Hayel Bon Faker. Foi realizado todo um projeto de regularização que não existia no local e, posteriormente, dentro de todos os termos legais, realizado o documento para cedê-la.

O presidente do Grupo Escoteiro Laranja Doce, João Batista Rodrigues, afirmou que é um momento de emoção e uma satisfação à entidade, poder receber esta área. “Vamos cuidar junto com a comunidade em prol do crescimento. Vamos valorizar a natureza porque o que o escotismo aprendeu a fazer é conviver com o meio ambiente”, afirmou.

Ele lembrou ainda que Murilo realizou mais projetos que beneficiaram o Grupo e, portanto, se sentem amparados pela prefeitura. “Eu vejo que é uma administração voltada para a questão social”, complementou o presidente. Rodrigues ainda entregou ao prefeito e ao diretor-presidente do Imam (Instituto Municipal do Meio Ambiente), Upiran Gonçalves.

Murilo destacou o trabalho desenvolvido pelos escoteiros. “Tenho certeza que todas as crianças que são lobinhos e depois passam para escoteiros, serão melhores cidadãos. Não tenho dúvida nenhuma, pelas pessoas envolvidas esse processo e que dedicam a vida para levar a frente o lema do escotismo, que é tão importante à vida das pessoas. Acredito que se as famílias tivessem noção dessa importância, teríamos um país melhor”, ressaltou.

Ele ainda destacou que não tem dúvidas de que os integrantes do Grupo Laranja Doce farão um excelente trabalho de preservação área. “Eu gostaria que a sociedade tivesse vocês como exemplo, e cuidando do que é mais importante para a nossa vida, que é o meio ambiente”, afirmou.

Durante a cerimônia de assinatura, o diretor-presidente do Imam ainda ressaltou que há previsão de liberar um convênio de R$ 10 mil para o Grupo, com o objetivo de que seja usado no trabalho de preservação. É um primeiro apoio que a prefeitura colocará à disposição, respeitando todos os prazos legais, para dar condições de realizar projetos de preservação no local.

Um amparo técnico para desenvolver trabalhos no local, também foi oferecido por acadêmicos da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), que fazem parte de um projeto de restauração do Córrego Laranja Doce. Este é desenvolvido na área agora cedida aos escoteiros, desde 2013.

Este projeto inclui avaliações da área, retirada de resíduos que não pertencem ao ambiente, plantio de espécies nativas, entre outras ações. Essas preveem melhoria do solo, redução da erosão que atinge o Córrego, mais uma série de impactos.

Fonte: www.folhadedourados.com.br

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens