Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Projeto da União dos Escoteiros do Brasil é finalista do Prêmio SESI ODS 2017

9 de agosto de 2017


Pelo segundo ano consecutivo, o SESI promove o Prêmio SESI ODS, reconhecendo o trabalho realizado por organizações privadas e públicas de todo o Paraná em prol dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU na Agenda 2030.

O Movimento Escoteiro sempre esteve engajado em questões sociais e ambientais e, agora, concorre ao prêmio com o projeto “Educação Escoteira para a Sustentabilidade”. A iniciativa já está entre as cinco melhores, disputando na categoria Terceiro Setor em nível Federal.

O projeto traz a afinidade do Movimento Escoteiro com os princípios da ONU, já que o Escotismo foi pioneiro na conscientização sobre as questões de meio ambiente e utilização adequada dos recursos naturais, realizando em todo o mundo atividades ao ar livre sem impacto ambiental. Além disso, desde os anos 80, desenvolve com mais ênfase projetos que pretendem contribuir para melhorar o meio ambiente e produzir consciência sobre sustentabilidade.

Essa preocupação é transmitida por meio de eventos nacionais como o Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica (MutEco), o EducAÇÃO Escoteira e o Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária (MutCom). Desta forma, o “Educação Escoteira para a Sustentabilidade” estimula o desenvolvimento de quatro objetivos muito importantes:

ODS 3 – Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;
ODS 4 – Garantir a igualdade de gênero e equitativa de qualidade e promover oportunidades de aprendizado ao longo da vida para todos;
ODS 16 – Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis;
ODS 15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, bem como deter e reverter a degradação do solo e a perda da biodiversidade.

“Ser finalista no Prêmio SESI ODS representa, para a União dos Escoteiros do Brasil, o reconhecimento do nosso Método Escoteiro. As crianças, adolescentes e jovens participantes têm a oportunidade de vivenciar práticas que incentivam a autonomia, o que culmina na construção de um mundo justo, solidário e melhor”, afirma Lívio Jorge, Diretor Nacional de Relações Institucionais dos Escoteiros do Brasil.

Na próxima fase, o projeto passará pela avaliação de um comitê. No dia 17 de outubro, es vencedores e as menções honrosas de cada subcategoria serão conhecidos durante o Congresso SESI ODS, em Curitiba.

Torça com a gente!

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens