Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

Escotismo, um movimento que ajuda a educar crianças, adolescentes e jovens com valores

4 de dezembro de 2017


Os Objetivos do Desenvolvimento Sustent√°vel (ODS) s√£o uma s√©rie de compromissos firmados pelos pa√≠ses membros da Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU) para atingir um patamar de desenvolvimento m√≠nimo at√© 2030. S√£o 17 ODS ao todo.

No caso do Escotismo, o seu foco principal de atua√ß√£o est√° em conson√Ęncia com o ODS 4 (Educa√ß√£o de Qualidade), mais especificamente com a meta 4.7., que trata da educa√ß√£o para o desenvolvimento sustent√°vel: e visa, ‚Äúat√© 2030, garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necess√°rias para promover o desenvolvimento sustent√°vel, inclusive, entre outros, por meio da educa√ß√£o para o desenvolvimento sustent√°vel e estilos de vida sustent√°veis, direitos humanos, igualdade de g√™nero, promo√ß√£o de uma cultura de paz e n√£o-viol√™ncia, cidadania global, e valoriza√ß√£o da diversidade cultural e da contribui√ß√£o da cultura para o desenvolvimento sustent√°vel‚ÄĚ.

O Escotismo tem, basicamente, dois tipos de a√ß√£o alinhados com a educa√ß√£o para o desenvolvimento sustent√°vel: a√ß√Ķes pontuais, caracterizadas por atividades de grande impacto na comunidade e que buscam sensibilizar as pessoas para as quest√Ķes relacionadas ao desenvolvimento sustent√°vel, e a√ß√Ķes cont√≠nuas, que fazem parte do sistema de progress√£o pessoal delineado no Programa Educativo do Movimento Escoteiro e que buscam desenvolver compet√™ncias de sustentabilidade nas crian√ßas, adolescentes e jovens que praticam o Escotismo, que, para simplificar, denominaremos genericamente de ‚Äúescoteiros‚ÄĚ (no Brasil, o Escotismo √© oferecido para crian√ßas, adolescentes e jovens de todos os g√™neros, que tenham de 6,5 a 21 anos, os quais s√£o divididos por ramos, de acordo com a faixa et√°ria: 6,5 a 10 anos ‚Äď ramo Lobinho, 11 a 14 anos ‚Äď ramo Escoteiro, 15 a 17 anos ‚Äď ramo S√™nior, e 18 a 21 anos ‚Äď ramo Pioneiro).

Como exemplos de a√ß√Ķes pontuais, tem o Projeto Educa√ß√£o Escoteira e os Mutir√Ķes de A√ß√£o Ecol√≥gica e de A√ß√£o Comunit√°ria. O Projeto Educa√ß√£o Escoteira √© desenvolvido em maio de cada ano, em centenas de escolas do Brasil, e busca levar o tema dos ODS para o interior das escolas, por meio de jogos e atividades l√ļdicas, em linha com a meta 4.7.

O Mutir√£o de A√ß√£o Ecol√≥gica, por sua vez, √© realizado em junho, pr√≥ximo ao Dia Mundial do Meio Ambiente, e mobiliza os escoteiros de todo o Pa√≠s na realiza√ß√£o de atividades relacionadas com o meio ambiente, contribuindo com os ODS 11 (Cidades e Comunidades Sustent√°veis), 12 (Consumo e Produ√ß√£o Respons√°veis), 13 (A√ß√£o contra Mudan√ßa Global do Clima), 14 (Vida na √Āgua) e 15 (Vida Terrestre).

Este ano, o Mutir√£o de A√ß√£o Comunit√°ria foi realizado no dia 16 de setembro, junto com o Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios, mobilizando os escoteiros de todo o Pa√≠s sobre a necessidade de redu√ß√£o do consumo de pl√°sticos descart√°veis, os quais tamb√©m conscientizar√£o a popula√ß√£o acerca do problema ambiental causado pelo consumo excessivo desse tipo de pl√°stico. Essa atividade fez parte da campanha da ONU Meio Ambiente ‚ÄúMares Limpos ‚Äď O Mar n√£o est√° para pl√°sticos‚ÄĚ e contribuiu com os ODS 12 e 14 e ser√° repetida anualmente no terceiro s√°bado de setembro.

Como exemplos de a√ß√Ķes cont√≠nuas, temos o Distintivo Mensageiros da Paz e as Ins√≠gnias Mundial do Meio Ambiente e Mares Limpos. Para a obten√ß√£o do distintivo do Mensageiros da Paz, o escoteiro deve criar e participar de projetos que desenvolvam algum dos 17 ODS. Para a obten√ß√£o da Ins√≠gnia Mundial do Meio Ambiente, os escoteiros precisam desenvolver e participar de projetos relacionados com as quest√Ķes ambientais, contribuindo com os ODS 6 (√Āgua Pot√°vel e Saneamento), 7 (Energia Limpa e Acess√≠vel), 11, 12, 13, 14 e 15 (j√° especificados acima).

A Insígnia Mares Limpos, por outro lado, é um desafio proposto aos escoteiros e visa incentivá-los a reduzir o consumo de plásticos descartáveis, em sintonia com os ODS 12 e 14. Além disso, o Escotismo, por meio do seu Programa Educativo, valoriza a igualdade de gênero (ODS 5) e a diversidade cultural (ODS 10), promove uma cultura de paz e não-violência (ODS 16), buscando fazer do escoteiro um cidadão global, numa sociedade cada vez mais globalizada e, ao mesmo tempo, heterogênea, contribuindo para que ele seja um agente de transformação em prol da construção de um mundo melhor e mais justo.

Texto: Rubem Perlingeiro, volunt√°rio do Escotismo h√° mais de 30 anos e, atualmente, est√° como Diretor Presidente da Regi√£o Escoteira do Rio de Janeiro e Socio-conselheiro do Ulh√īa Canto, Rezende e Guerra Advogados.

Publicado originalmente em https://www.revistayouap.com/

Fale

Conosco

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens